6 de novembro de 2009

Dignidade

Toda a gente sabe que sou um benfiquista ferrenho, o que me torna, por inerência, um não-portista e um não-sportinguista. (o que é bem diferente de ser um anti-portista ou um anti-sportinguista. Gosto de ver os meus adversários perder, mas trato-os com respeito).

Acabo de acompanhar na íntegra a conferência de imprensa que marcou a despedida de Paulo Bento do Sporting. E não consegui deixar de acompanhar até ao fim as palavras do treinador e do presidente, que foram de grande dignidade e substância. Não houve lugares-comuns, não se esconderam em comunicados formais e em palmadas nas costas, foram frontais e honestos. Falaram de coisas que são raras nas sociedades de hoje, e quase inexistentes no futebol: valores, humanismo, coerência, consciência, lealdade, compromisso...

No futebol, como em grande parte da sociedade de hoje, o resultado é que conta. Os fins justificam todos os meios, e dos que perdem não reza a história.

Quando acabou a conferência de imprensa, o canal passou a emissão para estúdio, onde já lá estava um comentador pronto a dissecar a situação. Desliguei imediatamente a TV, não tenho paciência para comentadores...

Quanto ao resto, reservo-me o direito de lembrar as palavras que aqui escrevi à quase três meses:

Nota: Paulo Bento vive momento conturbados no Sporting. Creio que errou ao não encerrar o ciclo no final da temporada passada. Já o disse várias vezes que admiro o trabalho que tem feito no Sporting, em condições que poucos desejariam. Mas existe um cansaço evidente de todas as partes: treinador, equipa e sócios. Mas lá está, nada que dois ou trâs bons resultados não resolvam...

E os bons resultados não apareceram...

1 comentário:

Açucar Amarelo disse...

Obrigada, primo. Sabes que eu não faria isto pelo teu clube. Nunca assistiria integralmente a uma conferência de imprensa... dos outros.
Por isso admiro a tua capacidade de reconhecer o que é diferente no Sporting, e que no fundo, foi o que me fez escolher ser sportinguista.
Tenho muita pena do Paulo Bento. Tenho muita pena do meu Sporting, que se deixa levar assim por birras de rapazes teimosos. Só espero que não venha a caminho nenhuma estrela internacional, que já está mais que provado serem só parra e nada de uvas...