24 de agosto de 2005

Porco Preto

O facto ocorreu na semana passada. Chego a casa, assento o real traseiro no sofá e desato a fazer "zapping". Estaciono no Canal 2, e ouço uma explicação que me parece de interesse público.

Pelo que percebo, o individuo que nos abre os olhos pertence à Confraria Gastronómica de Beja, e parece muito seguro do que diz.

Então segundo este senhor, cujo nome infelizmente não retive, todas as designações que vulgarmente vemos em restaurantes ou supermercados de "porco preto" são mais uma "portuguesice". Os produtos que são anunciados como porco preto não são mais que produtos de porco alentejano, que ao que parece de preto tem muito pouco. A história do porco preto vem do famoso presunto espanhol "pata negra", que, ao que parece, vem de uma raça de porco da família do alentejano. E vai daí, como os espanhóis tinham o seu "pata negra", o esperto do "tuga" rebaptizou o seu porco alentejano de preto.

E como em tudo na vida, mais depressa se espalha o mal e o erro do que a verdade e os termos correctos.

Agora estou mesmo a ver a reacção dos empregados do restaurante quando pedir uns secretos de porco alentejano...

Rogério Charraz

2 comentários:

Lusaut disse...

O porco preto é o porco de raça alentejana e é preto. E a história com a produção e com a Espanha é esta: http://www.agroportal.pt/x/agronoticias/2004/10/24.htm

Rogério Charraz disse...

Como vês pela foto, não é preto. É cinzento.

Rogério Charraz