17 de abril de 2009

Vamos lá?!

Mais do que nervos, sinto ansiedade pela chegada do momento de subir ao palco, deixar-me envolver pelos sons dos brilhantes músicos que me acompanham, sentir o calor do apoio do grupo de amigos que insiste em me aconchegar, deixar que a música transporte o turbilhão de emoções e sentimentos que vai cá dentro.

Depois (e antes), conhecer novos músicos, novos compositores, novas canções, deixar-me surpreender pela criatividade dos outros, partilhar conhecimentos, adquirir experiência.

Façamos um Festival!

PS: Estive ontem a assistir à etapa da Recriação de Canções de Resistência, e pude constatar o altíssimo nível dos participantes. Na retina ficaram-me duas brilhantes versões de "A acupuntura em Odemira" e "A presença das formigas", do Zeca Afonso. Entre os amigos que estavam a concurso, sortes diferentes, o Jordan seguiu para a final do dia 30, o Vitor Sarmento e os Erva de Cheiro não foram qualificados. E foi pena, porque a canção com que o Vitor "vestiu" o poema do Manuel Alegre merecia lá estar.

9 comentários:

Uma vida qualquer disse...

Bom Festival, que os ventos da outra Margem te sejam favoráveis e aproveita o momento!
Besos guapo

Leticia Gabian disse...

Façamos música, SEMPRE!

Bora lá!

Maria disse...

Nem me fales de nervos...
Fazer música, todos os dias, como quem faz amor (e com amor)
Isso sim!

Até já

Carol disse...

E neste preciso momento, lá vou eu a caminho de ...

... ALMADA !!!

Ai que emoção e ansiedade !!

Até já,

beijocas a todos

Princesa Isabel disse...

Muito boa sorte amigo! Que os ventos da margem sul sejam portadores de boas novas!
Um grande abraço, da realeza.
Beijoka!

Jörg disse...

Parabéns! Conseguiram convencer o júri e penso que praticamente toda a gente presente. Assim podemos estar todos na final, uns em palco e os outros no público. Obrigado.

Maria disse...

Foi tudo tão bonito, Rogério!
Parabéns, mais uma vez.
Agora é dia 30. E vamos estar TODOS!!!

Beijos

MisteriosaLua disse...

Foi du best!!!
Fico ansiosa pela final, que certamente correrá tão bem como ontem!
E não, não estou a ser facciosa!...
Digo isto, porque não foram os vossos amigos os únicos a trautear, a aplaudir, a vibrar!
Continuo a achar que a Liberdade merecia... Mas a Dita Dura, vai fazer com que muito mais gente cante a Liberdade!
Bem hajam, pela noite fantástica que nos proporcionaram!
Besos aos cinco!

Carol disse...

Para os músicos em palco ... estiveram fabulosos:

Charraz, Luís, Zé Manel, Diogo e Enzo ... para vocês o meu enorme BEM-HAJAM !!!

Mas sendo o mais imparcial, possível e porque o podemos comprovar na assis¨tência ... a Dita Dura vai ainda ser cantada por muitos mais ... no segundo refrao, já grande parte do público cantava e aplaudia (fora a torcida habitual ... ;))

Por isso, dia 30 lá estaremos TODOS !!!

Bjocas gds