17 de fevereiro de 2009

Desabafos de um rebelde incorrigível e incorruptível

Há muita coisa nesta vida que se pode comprar, obter, adquirir, ganhar, herdar ou até mesmo aprender. Mas há uma que se tem, ou não se tem: essência!

Por muito dourado que seja o berço, por muita educação e cultura adquirida, por muita língua que se fale, por muito dinheiro que se tenha, por muito poder de que se disponha, quem não tem essência anda sempre aflito a massajar o ego, porque para além dos outros, tem que se convencer a si próprio.

E podem sorrir muito, passar a vida a contar a vida maravilhosa que têm, as férias estonteantes, as viagens longínquas, os jantares requintados, que a nenhum nariz mais atento escapará o cheiro da solidão e do vazio.

Eu sou um rebelde, um idealista, um indisciplinado, um anarquista, mas uma coisa eu sei: não é no ginásio que se ganham colunas direitas!

8 comentários:

A CONCORRÊNCIA disse...

Faltou-te a parte do povo. Aquele que acrescenta a isto tudo que disseste "Gaba-te cesta que vais à vindima" ... uma coisa muito importante para aqueles que precisam de se convencer a si próprios que são os maaaiores.

Carol disse...

Charraz,

Ao ler este teu posto lembrei-me de George Orwell que já dizia que "A esência do ser humano é não procurar a perfeição."

No "Triunfo dos Porcos" os 7 Mandamentos que proclamaram inicalmente foram:
1. Qualquer coisa que ande sobre duas pernas é inimigo.
2. Qualquer coisa que ande sobre quatro pernas, ou tenha asas, é amigo.
3. Nenhum animal usará roupas.
4. Nenhum animal dormirá em cama.
5. Nenhum animal beberá álcool.
6. Nenhum animal matará outro animal.
7. Todos os animais são iguais.

Com a convivência humana, acabaram por adaptar e modificar para:
4. Nenhum animal dormirá em cama com lençóis.
5. Nenhum animal beberá álcool em excesso.
6. Nenhum animal matará outro animal sem motivo.
7. Todos os animais são iguais mas alguns são mais iguais do que outros.

Este último mandamento modificado resume muito do que se passa actualmente ...

Anda por aí ainda muito "boa gente" que se vangloria do que não tem, não possui, não sabe como alcançar e que acabam por viver uma vida fútil, desprovida se sentido e ... ESSÊNCIA !!

Uma beijoca grande

Anónimo disse...

oxigénio

"Neste deserto em que me mergulham
indignado,ergo a cabeça e pergunto
por mim...
Sinto na alma o espírito amarrado,sedento de fim...
Grito em silencio
amordaçado e
definho bem comportado
em jaula dourada de cetim...
...Um dia o poeta ousou sonhar de novo
e fazer do sonho o despertar..."

Por tudo isso meu amigo, vales pela grande alma que és e com quem tive o prazer de privar..Vive com paixão e sentimentos genúinos sempre, são a tua energia vital.
Abraço amigo

Maria disse...

Gostei deste desabafo...

Até sexta, quem sabe...

Anónimo disse...

belo texto. Beijos. Espero ouvir-te muito em breve.

Fernanda Guadalupe

zmsantos disse...

Roger, não me digas que passaste a Taprobana?

Se assim foi, iça o velame porque a partir de agoara o caminho é sempre em frente!

Abraço.

Mukanda disse...

Charraz,

Conheces-me muito bem, sabes que partilho na integra, com a tua opinião.
Eu também, sempre, pensei assim.
Ou já se nasce com ela ou não!
O dinheiro pode comprar muita coisa, pode ajudar em muita coisa...
Mas nada nos comprará a Alma!
A nossa essência.
Os nossos principios.
Eu nasci assim, eu fui sempre assim, eu vou morrer assim!
Tu também.
Gostei da frase:
"Eu sou um rebelde, um idealista, um indisciplinado, um anarquista, mas uma coisa eu sei: não é no ginásio que se ganham colunas direitas!"

É por isso que eu tb não ando no ginásio :)
Beso
Andreia

Joana disse...

Com o tempo, os conceitos mudam... os sonhos mudam... os planos mudam... a vida muda...
Mas não se mudam princípios e valores...
A tua essência é que faz de ti o Ser maravilhoso que és.

Beijos doces