1 de março de 2007

Já existe!!

Mukanda, Niña, já existe!!!!

Vejam aqui.

A minha curiosidade, às vezes, é muito pertinente! Ahahahah

6 comentários:

Mukanda disse...

Terei de pedir direitos de autor!!!
Já existe Mukanda! ;(
Devia ter registado o meu nome Angolano. :)
Ainda por cima, esta Mukanda ,que vem directamente da Cidade do Lubango (antiga Sá da Bandeira) - Provincia da Huila.
Vou registar como:
"http://eumukanda.blogspot.com).
Correcto Charrazito?
A Tia Celeste vai achar uma delicia :)

Beijo

Andreia

Mukanda disse...

Páro e ouço...
Como uma criança
Achando lindo o vôo das borboletas
Ouço aquela música a sorrir
Voltando e recordando o que não volta...
Sentido o que não dá para escrever
Escrevendo o que ninguém vai perceber.
Senão eu!

Andreia

Rogério Charraz disse...

Se precisares de ajuda, já sabes...

Uma vida qualquer disse...

Mas já arranjou alternativa, a Mukanda, agora só falta concretizar. Eu aguardo.

Anónimo disse...

Acabei de saber pela mami,

Que fui registada em Luanda, no hospital, como Mukanda Cristiana....
Mukanda é fantástico, agora Cristiana......de quem terá sido a ideia maravilhosa?!
Oh Meu Deus........
Mas Mukanda......... sim gosto!
Bjos da Mukanda ;)

Andreia disse...

O meu querido amigo Zé Manel, presenteou-me, à pouco, com um belo poema farra, acompanhado pela baía de Luanda.....
Partilho com vocês o mesmo:

POEMA DA FARRA

Quando li Jubiabá
me cri Antônio Balduíno.
Meu Primo, que nunca o leu
ficou Zeca Camarão.

Eh Zeca!

Vamos os dois numa chunga
Vamos farrar toda a noite
Vamos levar duas moças
para a praia da Rotunda!
Zeca me ensina o caminho:
Sou Antônio Balduíno.

E fomos farrar por aí,
Camarão na minha frente,
Nem verdiano se mete:
Na frente Zé Camarão,
Balduíno vai no trás.

Que moça levou meu primo!
Vai remexendo no samba
que nem a negra Rosenda;
Eu praqui olhando só!

Que moça que ele levou!
Cabrita que vira os olhos.
Meu Primo, rei do musseque:
Eu praqui olhando só!

Meu primo tá segredando:
Nossa Senhora da Ilha
ou que outra feiticeira?
A moça o acompanhando.

Zé Camarão a levou:
E eu para aqui a secar.
E eu para aqui a secar.

[Ruy Mingas]

http://portocroft.cultarte.com/?cat=124


OBRIGADA ZÉ!!!

Também gosto muito de vocês.

Obrigada pelas tuas palvras e pelo teu/vosso carinho e ternura.

Espero permitir-nos, ver durante muito anos, a baia de Luanda no brilho do meu olhar ;)

Beijinho grande

Bom fim de semana

Beijo à Fátima

Mukanda