28 de outubro de 2006

No calor do momento

Perder assim custa muito. Mas é futebol. Injustiça e falta de sorte são normalmente desculpas de maus perdedores, mas quem quiser olhar para o que tem sido este campeonato, para a forma como o Sporting marcou ontem o primeiro golo, como o Benfica sofreu o primeiro, são coisas que não se explicam com arte, saber ou ciência.

O Benfica não entrou bem, não me parece que a estratégia montada de início tenha sido feliz. Nuno Assis está em forma, com muito ritmo de jogo, ao contrário de Paulo Jorge e Kikin. Mas a forma como a equipa reagiu aos dois golos, a força psicológica que demonstrou, a coragem com que deu a volta a um estádio cheio, aos fantasmas das goleadas, à pressão foi notável.

Além da entrada de Nuno Assis, há um jogador que é preciso destacar - Mantorras! Entrou e mudou o jogo, sempre muito calmo, excelente com a bola no pé e quase sempre certeiro no passe, como no segundo golo. Já há miuto tempo que merece jogar mais.

Ao contrário de Petit! O início de época tem sido catastrófico. Começou no Bessa com a vergonhosa expulsão e desde aí o chorrilho de disparates não tem parado. Em cada dois passes, um é para o adversário, constantemente aparecem jogadores a rematar na sua área de protecção, e é o grande responsável pelo terceiro golo do Porto, ao saltar fora de tempo. Como acho que o único elemento do Benfica que merece ter estatuto já tem estátua na Luz, é urgente retirá-lo da equipa.

O Porto mostrou mais uma vez que sem Anderson é uma equipa vulgaríssima e no dia em que a sorte mudar de rumo, a verdade virá ao de cimo. O professor esgotou a máquina de ataque da época passada, retirou-lhe imprevisibilidade, vulgarizou o seu futebol. O tempo dirá se tenho ou não razão...

5 comentários:

Ana disse...

«O Porto mostrou mais uma vez que sem Anderson é uma equipa vulgaríssima (...)»
Pergunta absolutamente inocente: então foi por isso que o Anderson levou nas canelas daquela maneira??? :-)

zmsantos disse...

Não acredito que tenha havido premeditação na falta sobre o Anderson.Se houve, então será melhor eleger outro desporto que me faça vibrar no confronto, saudável, da competição.

Uma vida qualquer disse...

Ganhamos!!! (e mais não digo).

Andreia disse...

Minhas queridas e meus queridos,
Eu pouco ou nada percebo de futebol... gosto de ver os jogos do benfica (principlamente!!!!!), gosto esse, alimentado pelo meu querido Charraz e também pelo meu sogro...... que apesar de dizer que está sempre à espera do pior.... que dali já não vem nada de novo...sempre que estamos a umas horas de um jogo do benfica...e não o vai ver ao estádio...senta-se no no seu sofá a assistir ao jogo muito atentamente, desejoso que os seus "meninos" joguem bem e façam toda a diferença....
O Charraz ganhou o gosto pelo benfica...gosto esse alimentado pelo seu pai e consequentemente eu ganhei-o alimentado por ele....
Hoje em dia, até eu (que não ligava nada) fico contente quando o benfica ganha e também grito quando é golo....pq realmente o futebol tem destas coisas....
Só não consigo perceber como é que é possivel que o que tenha de bom, também o tenha de mal....
Como é que é possivel os dois presidentes dos clubes (Porto e Benfica) virem para a televisão e para onde todos os queiram ouvir falar mal um do outro sem qualquer problema e respeito........
Já é permitido tudo....
Não só vem falar mal, como também agora o Porto vem dizer que a falta sobre o Anderson foi permeditação.....
É nestas alturas que não percebo qual é o gozo do futebol....Eu, que nada sei ou percebo sobre o tema, mas que acredito que nada tenha haver com o jogo propriamnte dito, mas sim com o caracter das pessoas.....
Enfim......

Andreia

Rogério Charraz disse...

Mon amour, acrescento às tuas sábias palavras a vergonha que é para um benfiquista assistir à mal-criação e falta de nível de um dos seus dirigentes. Falo, obviamente, do Sr.Veiga, mais conhecido por calcanhar d`Aquiles. Muitos favores lhe terá que dever o Benfica para o continuar a aturar.