28 de abril de 2006

Tubo entupido!

"Só me deu para dizer não, em tempo de dizer sim
Também na mesma moeda o mundo me paga a mim
Como este cabo tão triste, pedregoso e sem verdura
Assim minha vida existe, marcada pela desventura
Pergunto à musa porquê, pergunto aos Deuses nos céus
Todos me dizem que é só má fortuna e erros meus"

Carlos Tê

À espera de melhores dias...Até lá!

3 comentários:

Covita disse...

"Viver é ser outro. Nem sentir é possível se hoje se sente como ontem se sentiu: sentir hoje o mesmo que ontem não é sentir - é lembrar hoje o que se sentiu ontem, ser hoje o cadáver vivo do que ontem foi a vida perdida. (...) Esta madrugada é a primeira do mundo." do Livro do Desassossego!! (não resisti!)

Lusaut disse...

E mais outro abraço aqui.

Rogério Charraz disse...

Não resististe e fizeste muito bem. Contributos desses são sempre bem vindos. E tu também...

Outro abraço retribuído, Jorg...