8 de julho de 2005

A Filipa, o Edu e o Tonico

Sou um admirador há já algum tempo da cantora Filipa Pais. Conheci-a pelas suas colaborações com o Vitorino, o Janita ou o Rui Veloso. Sei que editou um primeiro disco, que não conheço, mas fiquei definitivamente rendido com o seu segundo disco "À porta do mundo", brilhantemente arquitectado pela dupla Ricardo Dias/João Paulo Esteves da Silva.
Aqui há tempos soube que a Filipa, que sempre andou acompanhada pelos melhores músicos da praça, estava com uma banda com formato reduzido, apenas ela e dois músicos. Mais para a frente vão perceber o quão ridículo é este "apenas". Dois brasileiros, por sinal, Edu Miranda no bandolim e Tuniko Goulart na guitarra.
Quarta-feira tocaram no B.Leza. E eu estou aínda em estado de choque. Vou explicar porquê...
A Filipa é uma mistura explosiva. Tem uma voz que nos deixa de rastos, um bom gosto musical que peca por excesso, uma doçura que desarma e uma sensualidade que impressiona. É, seguramente, uma das melhores vozes femininas da actualidade e começa a ter um reportório muito consistente, entre temas dos seus discos, tradicionais e versões fantásticas de outros autores como o "Praia das Lágrimas" do Rui Veloso.
O Tuniko mete nojo. Eu sei que isto dito assim friamente é capaz de ferir susceptibilidades no mais sensíveis. Mas não há outro termo. Fisicamente faz lembrar o jogador da bola Ronaldinho Gaúcho (mais bonito, claro!) e quem o vê tocar guitarra fica com a mesma impressão que quem vê o artista da bola, que não é possível fazer aquilo que estamos a ver, aquilo é um truque, só pode! Eu toco guitarra e posso jurar que o instrumento não faz metade das coisas que o Tuniko finge fazer. Aliás, olhando para os dedos do Tuniko fico com a mesma ideia de quando olho para o Kamasutra: será que é mesmo possível tantas posições diferentes? E é fisicamente possível dobrar e abrir tanto? Depois é tudo feito com um bom gosto que irrita. Como é possível tocar sempre as notas certas, nos sítios certos? Quem conhece o disco da Filipa sabe que aquilo tem acordeão, tem piano, tem bateria, tem baixo, tem violinos, tem percussão, como é possível que um tipo não sinta falta de nada?!!!
O Edu, bem falar do Edu é mais complicado porque já estamos a falar de amigos, e fica mal dizer muito bem dos amigos. Mas o facto é que se as cordas do bandolim tivessem limite de velocidade os dedos do Edu já estavam apreendidos à séculos! Aliás, já estava a apodrecer na prisão, tantas foram as vezes que aqueles dedos ultrapassaram a barreira do som. E vocês já repararam no tamanho do bandolim? Aquilo parece um brinquedo. Como é que o homem consegue tocar aquelas notas todas num pedaço de madeira que não dá nem para atear o lume da lareira? E depois eu fico ofendido com o ar dele (deles, que o Tonico é igual. A Filipa não conheço pessoalmente.). O tipo sabe que é da primeira divisão, sabe que é um monstro, que é craque, e em vez de só se dar com malta importante, em vez de pedir toalhas de linho e moet chandom, em vez de exigir quarenta caixas de Ferrero Rochet e se recusar a tocar enquanto não lhe passar a neura, anda para ali feito gajo normal, a fazer-se de humilde, a fingir que até se dá bem com o pessoal, eu não percebo...
Meus caros, se virem anunciado um espectáculo da Filipa Pais, não percam. A sério, não vos passa pela cabeça o que estão a perder.
Só uma reclamação, não gosto de atrasos. Se está previsto para as 23h30 não é para começar às 00h30. Mas isso é um mal geral (vejam a propósito o glatteis http://glatteis.blogspot.com/). à conta do atraso não consegui ver o espectáculo todo.
Rogério Charraz

2 comentários:

Lusaut disse...

É verdade. Estes gajos metem mesmo nojo! Sentam-se aí no palco e com um ar descontraído, como se fosse nada de especial, põem-se a mexer os dedos com velocidades supersónicas sobre as cordas que assim produzem super sons...
…deve ser tudo play back feito em computador. A sério. Ou obra do diabo, ou coisa que valha…

;-)

Vou estar atento, para ver se vejo este espectáculo...

Tuniko Goulart disse...

Olá Charraz, fica aqui um abração do amigo Tuniko Goulart e aproveito para deixar meu site para quem esteja afim de saber mais algúmas coisas sobre mim e sobre meu cd"Karoço". www.tunikogoulart.net Um grande abraço Tuniko Goulart e parabéns pelo Blogger